Oki

Ibema oferece qualificação profissional aos jovens

12/03/2020 - 14:03

Pelo segundo ano consecutivo, a Ibema oferece o curso de Auxiliar Administrativo destinado aos jovens entre 14 e 21 anos residentes na comunidade do entorno de sua unidade fabril em Turvo, município que registra um dos IDHs mais baixos do estado do Paraná.

A iniciativa busca aumentar as chances de inserção no mercado de trabalho - segundo dados do IBGE, a taxa de desemprego entre aqueles que estão começando a vida profissional nesta região - 27,3% - está acima do dobro da média nacional, registrada em 12,7%.

Realizada pelo SENAI no contraturno escolar, a capacitação tem duração de três meses, com 160 horas/aula. O conteúdo contempla desde disciplinas básicas – português, matemática e informática - até conceitos de formação cidadã, como meio ambiente, ética e cidadania. A grade perpassa ainda questões específicas da rotina administrativa, como a interpretação de textos técnicos, noções de arquivamento, cartão ponto, além de deveres e benefícios.

Marcos Vinicius Szepanski foi um dos jovens beneficiados pelo projeto. Morador de Faxinal de Boa Vista, foi contratado recentemente como Menor Aprendiz pela própria Ibema, para o setor de expedição. “Achei o curso bem bacana, eu aprendi muita coisa, inclusive como se comportar na entrevista, o que falar, o que não falar, como agir. Fizemos desafios em equipe que caíram na seleção para “Menor”, e isso me ajudou bastante”, conta.

A capacitação busca diminuir as lacunas na formação profissional de jovens que moram longe dos centros urbanos. “O curso foi ótimo, deu uma visão muito grande do que é e qual o papel do auxiliar administrativo. Ao me inscrever na vaga que ocupo hoje, o curso me colocou em uma posição à frente dos demais, pois já tinha a capacitação e o conhecimento exato que a vaga exigia”, afirma Renata Machado, outra participante do curso.

Para Clarice Battistelli, coordenadora de responsabilidade social da empresa, o projeto tem outra função importante: possibilitar que os jovens tenham instrumentos que os auxiliem a transformar as suas realidades por meio do estudo e do trabalho. O discurso de Marcos, mostra que a iniciativa está no caminho certo: “antes eu não tinha muita ideia do que eu queria fazer, mas aí eu fiz o curso, achei muito legal, e agora estou até fazendo faculdade de administração”, finaliza.

  Mais notícias

Gráfica Inteligente Agnelo Editora Anuncie aqui