Oki

Vendas de livros no terceiro trimestre de 2019 se mantêm estável na comparação com igual período de 2018

12/02/2020 - 14:02

Pesquisa realizada pela Nielsen, em parceria com SNEL, mostra que reestruturações no setor refletiram nos resultados

A pesquisa Painel do Varejo de Livros no Brasil, realizada pela Nielsen em parceria com o SNEL, verificou que o valor das vendas do setor no terceiro trimestre* de 2019 se manteve estável na comparação com igual período de 2018.

O levantamento aponta uma variação negativa de 0,87% no valor movimentado, somando R$ 377,10 milhões no período. Entretanto, o volume das vendas no período em 2019 registrou uma queda de 3,17% na comparação com 2018, somando 9,46 milhões de unidades.

Apesar dos dois primeiros períodos (7T e 8T) terem apresentado crescimento, as vendas nas últimas quatro semanas foram afetadas por reestruturações no varejo. No comparativo trimestral, a tendência de recuperação do mercado se manteve, saindo de uma queda de 21,2% no primeiro trimestre para 10,65% no acumulado do ano. Nos primeiros três trimestres do ano, o setor vendeu R$ 1,202 bilhão, contra R$ 1,346 bilhão em 2018.

“Neste ano, que não começou bem para o varejo livreiro, é motivador perceber o esforço das editoras e livrarias trabalhando para reduzir as perdas, sempre acreditando que o problema dos números negativos não deriva da demanda de leitura, mas da reorganização no mercado”, diz Ismael Borges, gestor da divisão de Bookscan, da Nielsen Brasil.

A queda no faturamento não foi maior pois, de acordo com a Nielsen, o preço médio dos livros apresentou aumento, saindo de R$ 38,95 (terceiro trimestre de 2018) para R$ 39,88 no terceiro trimestre deste ano, uma variação de 2,37%, abaixo da inflação. A queda do percentual de descontos no acumulado do ano também ajuda a compreender as variações do setor, com diminuição de -1,69** ponto percentual.

“O último trimestre será fundamental para continuar a recuperação do mercado. Os meses de outubro e novembro do ano passado foram muito difíceis para a indústria. Temos três eventos importantes para o comércio (Dias das Crianças, Black Friday e Natal), precisamos de ações inovadoras para estimular a compra de livros”, afirma Marcos da Veiga Pereira, presidente do SNEL.

Esses dados, segundo Painel das Vendas de Livros no Brasil em 2019,  apresentados pelo Nielsen Bookscan e pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL), ajudam a entender como as reestruturações nas redes de varejo de livros impactaram no segmento. Os números têm como base o resultado da Nielsen Bookscan Brasil, que apura as vendas das principais livrarias e supermercados no país.

*T. Mercado - Quarter 03: 2018 (18/06 a 09/09/2018) x  2019 (17/06 a 08/09/2019)
**T. Mercado - Acumulado WK01 / WK36: 2018 (01/01 a 09/09/2018)  x 2019 (31/12/2018 a 08/09/2019)

  Mais notícias

Gráfica Inteligente Agnelo Editora Anuncie aqui