Oki

Preparem as máquinas: a impressão está crescendo!

16/04/2019 - 10:04

Após seis anos de quedas consecutivas, quando acumulou perda de 29,4%, a produção da indústria gráfica brasileira registrou crescimento de 1,6% em 2018

Dados do Boletim de Atividade Industrial, referentes a edição 41 de fevereiro 2019, divulgado pela Associação Brasileira da Indústria Gráfica (Abigraf Nacional) mostram que o desempenho do setor gráfico superou a indústria de transformação, que cresceu 1,1% em 2018, conforme apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O segmento de Embalagens (que inclui cartuchos, caixas, sacolas, sacos e bolsas de papel impressas) foi a principal influência positiva na formação do resultado global, com alta de 2,9%. Em segundo lugar, registrando crescimento de 0,5% ficou o segmento de Atividades de Impressão (que corresponde aos livros, revistas, cartões magnéticos, impressos para fins promocionais e de segurança).

O destaque negativo foi para o segmento de Produtos de Papel (cadernos, agendas e etiquetas adesivas de papel impressas) que apresentou redução de 1,6%.

No último trimestre de 2018, de maneira geral, o desempenho da atividade industrial foi decepcionante, frustrando a expectativa de um ritmo mais forte de crescimento da Indústria de Transformação e da Indústria Gráfica.

No período, a produção física da indústria gráfica apresentou queda de 2,7% frente ao terceiro trimestre, expurgadas as influências sazonais. Na comparação com o mesmo período de 2017, a indústria gráfica registrou aumento de 2,1%, desacelerando com relação à leitura do terceiro trimestre, quando a produção do setor aumentou 4,1% sobre o mesmo período de 2017.

A análise do Departamento de Estudos Econômicos (Decon/Abigraf) ressalta a expectativa de que a economia crescerá em ritmo mais forte em 2019, conforme antecipa a melhora dos indicadores de confiança e das condições financeiras.

Porém a aprovação da Reforma da Previdência é fundamental para que esse cenário se materialize. Em se confirmando estas condições, projeta-se um crescimento de 2,5% no Produto Interno Bruto em 2019 e de 3,1% na produção física da indústria gráfica.

Um estudo que vai mostrar o mapeamento do setor gráfico será lançado ainda no primeiro semestre de 2019. O Panorama Setorial da Indústria Gráfica está sendo realizado pela Federação das Indústrias do Paraná, com o apoio do SIGEP/ ABIGRAF-PR, e tem o objetivo de apresentar dados completos do setor gráfico no Paraná, no Brasil e no mundo. Com informações sobre empregos, produção e venda, entre outros, coletadas do mercado e diretamente de mais de 600 gráficas paranaenses, o material terá análise da equipe econômica da FIEP, com elaboração de cenários e de tendências.

  Mais notícias

Gráfica Inteligente Agnelo Editora Anuncie aqui