Oki

Após 18 anos, CorelDRAW volta ao mercado Mac

29/03/2019 - 13:03

O CorelDRAW  ganha nova edição que, pela primeira vez em 18 anos, volta a ter versões tanto para Windows quanto para Mac, da Apple. A decisão da empresa canadense é estratégica e faz parte de uma política de expansão em mercados verticais que a levou recentemente a adquirir o controle acionário da Parallels, empresa de software com forte proeminência no universo Apple.

A suíte de programas gráficos passa a incluir o CorelDRAW.app - aplicativo inédito que leva os programas à nuvem e dá ao usuário a facilidade de utilizar o sistema em qualquer lugar. “As ferramentas assistidas por inteligência artificial e o APP que permite utilizar a suíte na nuvem vão levar os usuários ao paraíso – e isso vale tanto para a turma do Windows quanto do Mac”, diz Fernando Soares, gerente de Produtos da Corel para o Brasil  

“Há uma quantidade notável de usuários de PC que migrou nos últimos anos para Mac, e é dessa comunidade que tem nos chegado um volume expressivo de pedidos para ter o CorelDRAW no MacOS”, avisa Soares.

"Como parte das comemorações pelos 30 anos de mercado do CorelDRAW, a equipe de desenvolvimento do produto vem intensificando a criação de soluções para revolucionar o panorama do software de design", diz Gérard Métrailler, vice-presidente executivo de produtos globais da Corel.

"A aquisição da Parallels e, agora, o lançamento da suíte CorelDRAW para Mac consolidam nossa posição como fornecedora de software que atende ao profissional de todos os níveis e habilidades, especialidades e plataformas”, completa.

O usuário pode optar por comprar ou alugar o produto, segundo o projeto em que esteja envolvido ou sua disponibilidade de caixa. Tanto em uma quanto em outra opção, o preço da suíte CorelDRAW não passa de R$ 899 (assinatura anual) ou R$ 2.399 (licença vitalícia).

  Mais notícias

Gráfica Inteligente Agnelo Editora Anuncie aqui