Oki

Epson e Avery Dennison realizam premiação do "Impressione América Latina" e lançam campanha em prol da Casa do Zezinho

10/12/2018 - 15:12

A Epson em parceria com a Avery Dennison realizou no dia 27 de novembro, no Maksoud Plaza Hotel, em São Paulo (SP), a cerimônia de premiação do "Impressione América Latina" - projeto realizado em dez países da região e que difunde, por meio da exposição de obras impressas em grande formato em locais de destaque, o debate sobre questões sociais.

O evento contou com a presença de executivos da empresa, de Bianca Kemple, artista gráfica vencedora do concurso no Brasil, e Tia Dag, fundadora da Casa do Zezinho, Organização Não Governamental beneficiada pelo projeto. Além de executivos da Wacom, parceira no desenvolvimento da ação, que também compareceram.

"É uma honra realizar o Impressione. Este projeto não tem nada a ver com o aspecto comercial, e sim mostrar como esse tipo de produto pode causar impacto quando utilizado com criatividade. E a temática escolhida, em prol da Casa do Zezinho, proporciona este impacto", afirmou Eduardo Valentin Gonçalves, head de marketing da Epson do Brasil

Para Isabela Monteiro Galli, diretora de marketing e vendas da Avery Dennison América Latina, participar deste projeto é extremamente gratificante e emocionante. "Fazer parte de uma intervenção artística inspirada em causas sociais, ao redor da América Latina, nos fez refletir e reafirmar nossos valores como empresa", comenta Isabela.

Para a elaboração do Impressione América Latina, a Epson e a Avery Dennison realizaram um concurso e selecionaram a obra da artista gráfica Bianca Klempe, de 20 anos, para ilustrar a causa defendida no Brasil. Com o tema "enquanto você espera só um pouquinho, já tem gente esperando por muito tempo", a criação impressa em grande formato ficará exposta de 21 de novembro a 20 de dezembro, na Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo, em duas portas da plataforma de embarque da Estação Pinheiros e no corredor de acesso à Estação Paulista. Além disso, a ação resultou em uma doação em dinheiro para a Casa do Zezinho, organização sem fins lucrativos localizada no Parque Maria Helena, bairro da Zona Sul paulistana.

"Eu escolhi a temática da Casa do Zezinho pelo fato de a instituição querer realizar o sonho de crianças que não tem oportunidade. Toda criança precisa de apoio para alcançar seus sonhos. E esse apoio é buscado por elas na Casa do Zezinho. Eu realmente fiquei sensibilizada com esta história e queria fazer parte", explicou Bianca Klempe, que foi premiada com uma mesa digitalizadora da Wacom. "Eu adorei a obra. Retrata as crianças e jovens invisíveis do mundo. Deu para notar a sensibilidade da Bianca no desenvolvimento ", exaltou Tia Dag.

Criada em 1994, a Casa do Zezinho recebe jovens entre 6 e 21 anos que frequentam a rede pública de ensino. A partir dos quatro pilares da Pedagogia do Arco Íris, criada pela psicopedagoga Tia Dag, a ONG investe em programação socioeducativa que compreende artes, ciências, filosofia e espiritualidade. O local trabalha com esportes (futsal, capoeira, kung fu e jiu-jitsu), gastronomia, mosaico, teatro, dança, canto e oficina de sustentabilidade e meio ambiente.

"Participar do Impressione é mais uma oportunidade de divulgar o trabalho que desenvolvemos com crianças, jovens e adolescentes. É sensacional como um ato gera uma uma série de impactos de divulgação de nosso trabalho. Se mais empresas tiverem a sensibilidade de promover suas campanhas, produtos e serviços a partir da aliança com projetos sociais, mais pessoas terão acesso a este tema e a oportunidade de colaborar para a construção de uma sociedade mais justa", completou Tia Dag.

Além do Brasil, outros nove países participam do "Impressione América Latina": Chile, Argentina, Colômbia, Costa Rica, Equador, Guatemala, México, Peru e República Dominicana. O primeiro local a contar com a exposição de uma obra foi a fachada principal do Museu Gabriela Mistral, em Santiago (Chile). No país, a causa defendida foi o combate ao câncer de mama, assim como na Argentina, onde uma obra foi exibida no Museu de Arquitetura e Design de Buenos Aires.

Os painéis criados por Bianca Klempe foram impressos em substrato Avery Dennison, a marca utilizou o adesivo com textura Canvas, que lembra uma tela de pintura, deixando a impressão ainda mais viva. Este wall film ainda possui excelente durabilidade, pode ser usado em diversas superfícies e é compatível com tintas solventes, látex e UV. A arte foi impressa no equipamento Epson SureColor S60600. "Os equipamentos dessa linha ainda incluem a tinta solvente GS3 UltraChrome, que oferece alta qualidade de impressão, durabilidade e menor tempo de secagem, aumentando a produtividade das gráficas", encerrou Evelin Wanke, gerente de vendas da Epson do Brasil.

  Mais notícias

Gráfica Inteligente Agnelo Editora Anuncie aqui