Oki

Ahlstrom-Munksjö Brasil cria papel especial para a indústria farmacêutica

10/12/2018 - 15:12

Com o objetivo de oferecer ao setor farmacêutico uma linha de papéis especiais de baixa gramatura, a Ahlstrom-Munksjö ampliou no Brasil sua família de papéis especiais para impressão de bulas de remédio. De acordo com a fabricante, o novo papel desta linha de produtos, chamado PrintClassic Thin Paper 45g/m2, tem como principal característica o não desprendimento de pó durante o processo de impressão e também durante o envase de medicamentos.

Com gramaturas que variam entre 45g/m², 50g/m² e 56g/m², os papéis especiais, diz a fabricante, favorecem a produtividade das gráficas e da indústria farmacêutica. Luciano Neves, diretor de Vendas e Marketing para a América Latina da Ahlstrom-Munksjö, explica que a solução foi desenvolvida após a empresa avaliar as dificuldades enfrentadas pelas gráficas e laboratórios farmacêuticos para encontrar um fornecedor local capaz de oferecer uma linha de papéis que proporcionasse ganhos de produtividade e melhores resultados sob o aspecto ambiental. “E que atendesse as especificações técnicas necessárias para impressão de bulas de remédio, tais como resistência mecânica, baixíssimo desprendimento de pó, baixa gramatura, controle de espessura e excelente impressão em ambos os lados. A proximidade com o dia-a-dia de nossos clientes nos permite conhecer suas necessidades, mapear problemas e até identificar oportunidades de melhorar processos, evitar gargalos e propor soluções que os auxiliem em seus objetivos de negócio”, afirma Neves.

Os novos papéis já estão sendo produzidos pela fábrica da Ahlstrom-Munksjö, localizada em Jacareí (SP), que tem hoje uma capacidade instalada de aproximadamente 105 mil toneladas anuais de papel, dos quais cerca de 55% são papéis não revestidos e os 45% restantes são de papéis revestidos L1.

  Mais notícias

Gráfica Inteligente Agnelo Editora Anuncie aqui