Oki

Evento acompanha momento de otimismo

20/03/2008 - 00:03
Contatos estratégicos e oportunidades de negócios fizeram com que 800 expositores da indústria gráfica e de embalagem, de 26 países, participassem da 1ª Semana Internacional da Embalagem, Impressão e Logística, realizada pela Reed Exhibitions Alcantara Machado de 10 a 14 de março, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo. A sinergia entre os setores, conceito inédito no Brasil, atraiu aos corredores do Anhembi 43.713 mil visitantes/compradores, sendo 948 deles estrangeiros, que puderam ver de perto toda a cadeia produtiva - de máquinas de última geração à impressão e acabamento de embalagens.

“O Brasil caminha para uma economia sustentável, e a Semana Internacional foi um bom termômetro para esse momento, atraindo visitantes qualificados e, de fato, interessados em fazer negócios. Além disso, essa feira mostrou-se altamente competitiva, com cor, imagem, design e tecnologia. Um evento de encher os olhos”, comentou Evaristo Nascimento, diretor de Eventos da Reed Exhibitions Alcantara Machado. Para ele, a iniciativa pioneira de reunir a 6ª Brasilpack, a 19° Fiepag, a 2ª Flexo Latino America, o 5° Salão Emabla Inovação e a 1ª Brasil Screen & Digital Show foi um sucesso e deve se expandir nos próximos anos.

Com o crescimento de 5,4% do PIB, a economia está aquecida. O setor de embalagens é um dos indicadores de atividade econômica e o Brasil é hoje um importante centro de produção, consumo e exportação. Segundo levantamento da Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP), a indústria nacional de embalagens dobrou de tamanho nos últimos quatro anos. O setor teve faturamento de R$ 32,5 bilhões em 2007, o que representa aproximadamente 1,4% do PIB nacional, conforme divulgado pela Abre (Associação Brasileira de Embalagem).

O país também ocupa posição de destaque no setor gráfico, como um dos 10 maiores mercados do mundo ao lado de China, Índia, México, Indonésia, Rússia, Polônia, Turquia e Ucrânia. Segundo a Abigraf (Associação Brasileira da Indústria Gráfica), o faturamento do setor em 2007 foi de R$ 17 bilhões.

Apoiaram o evento a Abimaq (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos), a Abiplast (Associação Brasileira da Indústria do Plástico), a Abflexo-FTA Brasil (Associação Brasileira Técnica de Flexografia), a Abief (Associação Brasileira das Indústrias de Embalagens Plásticas Flexíveis) e a Abre (Associação Brasileira de Embalagens).

  Mais notícias

Gráfica Inteligente Agnelo Editora Anuncie aqui