Revista Graphprint - Edição 184

Revista Graphprint - Edição 184

3 GRAPHPRINT Mar/Abr 2018 Há um ditado popular explícito no título deste editorial. Por quê? Por assim escrever é simples explicar: Depois de muito sofrer - certas vezes lutando por migalhas -, a impressão começa a colher frutos da sua perseverança eterna. Assim, assado, cozido e frito entre galinhas, galinheiros e os famigerados comedores de ovos de ouro, tocamos em frente. Partamos aos fatos, sem muitos rodeios. Vocês notaram, ou melhor, leram o que o CEO do New York Times disse? Sim, Mark Thompson, durante entrevista à rede de TV americana CNBC, afirmou em alto e bom som que o jornal impresso tem, no mínimo, dez anos de vida ainda. Você acha pouco? Eu não! Ok, explico o porquê do não. Há fortes estudos que garantem que até 2020, cinco dos sete principais gigantes digitais irão se “autodestruir” intencionalmente para criar suas próximas oportunidades de liderança. Ao fazer coisas novas, os gigantes digitais, como Alibaba, Amazon, Apple, Baidu, Facebook, Google, Microsoft e Tencent, provavelmente irão encontrar situações em que suas influências tenham crescido tanto que é difícil criar novos cenários de valor. Resumo da conversa: empresas estagnadas devem apertar o botão da (auto) destruição. É fato, porém, que a tecnologia está mais rápida e a grande maioria das organizações não consegue criar arquiteturas confiáveis para acompanhar a evolução. Corre-se o risco de criar uma inovação e ter de competir com duas atitudes disruptivas. Sem ponto final, nem exclamação. Ok, voltemos ao CEO do New York Times. “Achamos que nosso produto impresso é maravilhoso. Adoraríamos que ele sobrevivesse e durasse enquanto possível. Acredito que podemos enxergar, no mínimo, mais dez anos para o nosso produto impresso nos Estados Unidos. E sabemos que, pelo lado econômico, a plataforma impressa continua fazendo sentido.” E olha que o NewYork Times reportou um lucro anual de US$ 112,3 milhões em 2017, crescimento de 10,6% na comparação com 2016. Ao ciscar pelas diferentes mídias, outra notícia fez com que eu pulasse do sofá numa manhã chuvosa e preguiçosa de domingo. A Nintendo lançou um brinquedo de papelão. Sim, pa-pe-lão. O Nintendo Labo é composto, principalmente, por caixas de papelão onde o jogador monta uma série de objetos diferentes ao dobrar e juntar os pedaços, podendo criar brincadeiras e experiências, dependendo do jeito com que as caixas são utilizadas. Por meio do brinquedo, é possível pescar, pilotar motos e tocar piano. Olha a convergência aí gente: evidentemente, a novidade da Nintendo vem acompanhada de um software que ensina o usuário a montar os papelões. Que papelão, gritam os jogadores! É, quem diria que a atmosfera que cerca a indústria da impressão e, consequentemente, seus insumos e veículos voltaria a figurar no pelotão de elite contemporâneo. Por aqui sempre acreditamos. É o nosso papel mostrar a face polivalente do setor gráfico. Bom, por enquanto é isso. Fico por aqui, sempre na esperança de contar com a sua leitura. Afinal, de tecla em tecla enchemos de informação mais uma edição. Saudações Graphprintenses! Fábio Sabbag Diretor Presidente Agnelo de Barros Neto (agnelo@agneloeditora.com.br) Diretora Financeira Samantha de Barros (samantha@agneloeditora.com.br ) Publicidade Érica Brandão (erica@agneloeditora.com.br ) Editor chefe Marcos Mila (MTb 26.418) (marcos@agneloeditora.com.br ) Editor Fabio Sabbag (MTb 66.400) (fabio@agneloeditora.com.br ) Edição de Arte e Diagramação Geraldo de Oliveira (geraldo@agneloeditora.com.br) Editor de Fotografias Yuri Zoubaref (fotografia@agneloeditora.com.br ) Gerente de TI Carlos Eduardo Manrubio Cabral (eduardo@agneloeditora.com.br ) Mailing e Assinaturas Fernando Clarindo (fclarindo@agneloeditora.com.br Impressão miolo e Acabamento Gráfica GRASS Rua José Tobias Santos, 37 A CEP 05121-050, São Paulo, SP, Brasil. Tel 55 11 3837-7979 graphprint@agneloeditora.com.br Ano 21 • Mar/Abr • Nº 184 GRAPHPRINT é uma publicação bimestral da AGNELO EDITORA E COMÉRCIO LTDA. Cir­ culação Nacional. Dirigida às indústrias gráficas, de embalagens, fotolitos e bureaus, editoras, agências de publicidade, fornecedores, univer­ sidades, escolas técnicas, consulados, órgãos governamentais e entidades de classe. Editorial De grão em grão, a galinha enche o papo AGNELOEDITORA REVISTAGRAPHPRINT ANOXXI -Nº184 -MAR/ABR 2018 CAPAGRAPH 184MARABR.indd 1 11/04/2018 11:33:46

RkJQdWJsaXNoZXIy MTY1MzM=